REFLEXÃO | UM FESTIVAL DE PROMESSAS


Satanás sempre foi um argumentador astuto.

Lembram do caso de Jó?



Estou convicto de que foi justamente para se resguardar de rebeldes como ele, (que poderiam levantar questões loucas como: “é mole ser perfeito sendo Deus e mandando em todo mundo...Quero ver ser criatura e obedecer!”) que Jesus esvaziou-se de Sua glória e nasceu numa suja manjedoura para mostrar a todos que vale a pena ser obediente.

Tenho certeza que isso serviu para calar a boca daquele "dragão fedido"! ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha!

Bem...risos a parte, o que pretendemos aqui é refletir sobre como funciona a justiça de Deus, para podermos compreender mais do Seu caráter, que é tão perfeito, que chega ao ponto de preferir sofrer na própria pele a injustiça, só para não dar ocasião de ser chamado de injusto. 

Se Ele fez isso, é sinal de que não há nada mais importante pra Deus do que cumprir toda Sua Palavra de maneira Justa, pois disso depende o equilíbrio do Universo (Hb.1:3)

O fato é que , com a expansão notória do evangelho na mídia, através do rádio, TV, internet, muitos estão aproveitando para sair por aí dizendo que “Deus está falando e prometendo muitas coisas”. Foram tantas promessas que houve até um “Festival Promessas” em meio a um outro “festival de promessas” evangélicas.

“Promessas Evangélicas”...

Existe uma diferença enorme entre “promessas evangélicas” e as promessas de Deus. Muitas vezes as “promessas evangélicas” são até bíblicas, mas não correspondem àquilo que Deus deseja que a pessoa ouça naquele momento. 

http://eusr.files.wordpress.com/2011/08/foto2_21082011200758instabilidade-usuc3a1rios-geralmente-nc3a3o-conseguem-se-manter-no-emprego-em-razc3a3o-do-vc3adcio.jpg?w=284&h=300Imagine se você tivesse um filho viciado em crack, e viesse alguém em teu nome, dizendo que foi você quem mandou oferecer a ele mais uma pedrinha. 

Creio que você ficaria tremendamente irado não é mesmo!?

Agora imagine Deus, tendo filhos viciados em arrogância, orgulho, avareza, soberba e rebeldia, ouvindo alguém usando Seu nome em vão e pegando frases dEle fora de contexto para dizer aos Seus filhos que “eles não nasceram pra ser cauda e sim cabeça”; que “o lugar onde eles colocarem a planta do pé será deles”; e “quem os viu passar pela prova e não os ajudou, quando vê-los na bênção vão se arrepender e vão estar entre a plateia assistindo eles no palco...”  

http://www.geledes.org.br/images/stories/noticias/cartao_vermelho_copy.jpgPreciso dizer como fica o coração do Pai diante de uma situação dessas?

Os pregadores que fazem isso me lembram muito os “profeteiros” que viviam na época de Jeremias. “Porque desde o menor deles até o maior, cada um se dá à avareza; e desde o profeta até o sacerdote, cada um procede perfidamente. Também se ocupam em curar superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz.” (Jr.6:13-14)

Foi exatamente por isso que a primeira mensagem que Jesus pregou quando iniciou o Seu ministério foi: “arrependam-se, pois o Reino de Deus está próximo!” (Mt.4:17).

É verdade que ao longo de toda história bíblica, Deus se relacionou com o homem através de alianças. E que tais alianças sempre levavam do Criador uma promessa como garantia de Sua fidelidade.

Contudo, é importante enfatizar que a Bíblia não mostra apenas promessas de bênçãos. Aliás, lembram qual foi a primeira promessa de Deus nas Escrituras?

“Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” (Gn.2:17)

Promessa feita, promessa cumprida! 

Foto: Zybnec Maderyc

Depois da desobediência da humanidade, o pecado entrou na história do homem, e este se tornou mortal.

http://3.bp.blogspot.com/-4kzoEin7MRw/TfjmOG-TdOI/AAAAAAAAABY/cTzzsvFnoio/s1600/de+olho+no+problema.jpgEste fato já nos ensina muitas coisas sobre a seriedade de uma promessa de Deus.

Há uma outra importante promessa de Jesus, que nos oferece mais uma pista para entendermos sobre o caráter Divino: 

Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais, e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado. (Jo.16: 7 -11)

Aqui vemos Jesus nos prometendo enviar o Consolador, que nos convenceria das nossas incredulidades contra Deus. Mas, o fator mais curioso dessa promessa, é saber que se o príncipe deste mundo já está julgado por causa da sua soberba, incredulidade, independência e altivez, há um juízo certo reservado para os homens que percorrerem o mesmo caminho de morte que ele percorreu!

"Justiça dos Homens" - Venâncio
Deus não julga conforme a "justiça dos homens". 

Ele não tem dois pesos e duas medidas.

Mesmo amando a humanidade, Ele não pode ir contra Seu juramento, pois é Justo em todos os Seus caminhos. (Sl.145:17) Se Ele julgou a serpente, sentenciando-a ao inferno por causa da Sua idéia louca de querer exaltar-se a si mesmo (Is.14:12-15/ Ez.28:12-19), também precisará fazer o mesmo com qualquer outra de Suas criaturas que se “meter à besta”. 

Aliás, “meter a besta” no meio sempre dá M..........morte!

Como você pode notar, Deus não tem compromisso de cumprir apenas com Suas promessas de bênçãos, descansos e triunfos. Ele também cumprirá todas aquelas promessas que nós não gostamos tanto de ouvir, como por exemplo essa promessa aqui: 

"Quem quiser salvar a sua vida, a perderá. mas quem quiser perder a vida por minha causa e pelo evangelho, a salvará." (Mc.8:35)
http://4.bp.blogspot.com/-nf4gMbmlDWI/TgR8mkUqTuI/AAAAAAAAAV0/G7dg31EDmQo/s1600/oracao251.jpg
Ou seja, salvação é uma promessa apenas para aqueles que se enquadrarem nesta condição de Jesus. E é por causa dessa promessa que o Messias ordena que todos se arrependam de viver para si mesmo e passem a viver para Deus.

Viver para Deus não é viver pedindo por bênçãos, curas e milagres; viver para Deus não é frequentar uma igreja ou ter uma religião cristã; viver para Deus não é “andar certinho” pra tomar a santa ceia... Não!

Viver pra Deus é “amar menos a seu pai, mãe, mulher, filhos, irmãos, irmãs, amigos e ainda também à própria vida”, para colocar Cristo e Seu evangelho em primeiro lugar. (Lc.14:25-27;33)


http://comofas.com/wp-content/uploads/2011/12/Casal_discutindo_brigando1.jpgÉ negar a si mesmo... 
...E tomar a decisão de dizer não para tua vontade, tua opinião e teu propósito, abandonando o conforto, ou até uma ”vitória”, para ganhar a verdadeira guerra contra teu orgulho e altivez
http://2.bp.blogspot.com/-UbNWI67k-wU/Tq01iCVnvsI/AAAAAAAAAd8/xDiNhlgaxhU/s400/crianca_nervosa.jpg


É Tomar a cruz... E crucificar a rebeldia e a insujeição que está dentro de você, a fim de se tornar submisso às autoridades e obedecer inteiramente a Deus;


http://www.marciafernandes.com.br/blog/wp-content/uploads/2011/03/BLOG-GRANDE-INTERNO_PONTES-QUE-UNEM.jpg
É Perder a vida... E sair do centro, abandonando o “eu” do egoísmo e do egocentrismo, para viver dependente do “Grande Eu Sou”;



http://2.bp.blogspot.com/-BPotD8kVV-E/ThRvKFiLIpI/AAAAAAAAKuc/wKOacIVVRK8/s1600/avareza.jpgÉ Renunciar a tudo... Sem estar mais apegado às coisas deste mundo, dando um golpe final no ciúme, na ira, na avareza e na inveja;

Justamente por causa de Sua justiça e do Seu alto nível de sacrifício, que Jesus não permitirá que as pessoas se iludam com um evangelho de bênçãos, que pensa apenas nos benefícios e ignora os deveres. Às vezes Suas palavras precisarão soar como um “soco no estômago” das pessoas interesseiras:

Jesus respondeu: "A verdade é que vocês estão me procurando, não porque viram os sinais miraculosos, mas porque comeram os pães e ficaram satisfeitos. Não trabalhem pela comida que se estraga, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem lhes dará.". (Jo. 6:26-27)


Não se iludam com um “festival de promessas”... Mas, humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele os exalte no tempo devido (1Pe.5:6).

Não utilizem expressões bíblicas para benefício próprio...
E lancem sobre Ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. (1 Pedro 5:7)

E não se sirvam do reino, mas sirvam ao Rei!!

Shalon Aleikhen! 
(Paz sobre vós!)

Glauber Morada
Líder do Ministério Tribo Coral

_____________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Dcreators